zurück

Afiar superfícies de topo e do peito para os melhores desempenhos de serras circulares

O manuseio e cuidado profissional das suas serras circulares é a chave da eficiência e produtividade. Seja a superfície do peito ou superfície do topo – temos a solução perfeita para cada tarefa.

A afiação das superfícies do peito e da superfície do topo é decisiva para a produtividade da serra de metal duro. A VOLLMER oferece a solução ideal para uma qualidade extraordinária das superfícies com conceitos de máquinas inteligentes, a maior precisão e uma operação confortável. As máquinas de afiação destacam-se pela estrutura estável, um grande nível de robustez e longevidade.

As vantagens mais importantes em relance

Os resultados precisos da afiação com as máquinas VOLLMER na afiação de superfícies do peito e do topo resultam numa série de vantagens:

  • construção compacta
  • estrutura da máquina estável
  • facilidade de manutenção
  • operação simples
  • resultado de afiação excepcional
  • necessidade de serviço reduzida
  • adaptação ideal à área de utilização e às exigências

 

Tudo somado, graças às avançadas tecnologias da VOLLMER, beneficiará da usinagem de serras circulares com elevado desempenho e excelente economia.

A VOLLMER dispõe de um portfólio abrangente de máquinas de afiação para a afiação das superfícies de corte e superfícies do topo de serras circulares

CHU 250

Máquina para afiar serras circulares calçadas com dentes de metal duro no peito e nas costas

CC 355

Sistema de produção para afiação de superfícies do peito, superfícies do topo e superfícies do topo nas laterais. 3 estações de usinagem, 17 eixos CNC, usinagem de até 800 dentes por hora.

CP 650

4 eixos controlados por CNC para a usinagem automática de serras circulares calçadas com insertos de metal duro, com diferentes diâmetros e geometrias do dente na face e costas.

CHC 840

Afiadora flexível para serras circulares calçadas com insertos de metal duro de até 840 mm de Ø. Para a afiação das serras circulares para o processo de corte para alumínio, plástico e principalmente de madeira.

CHC 1300

Afiadora flexível para serras circulares calçadas com insertos de metal duro de até 1300 mm de Ø. Para a afiação das serras circulares para o processo de corte para alumínio, plástico e principalmente de madeira.

CHP 840

Afiadora universal para as serras circulares calçadas com insertos de metal duro de até 840 mm de Ø. Para a afiação das serras circulares para o processo de corte para madeira, alumínio, plástico e metais.

CHP 1300

Afiadora universal para serras circulares calçadas com insertos de metal duro de até 1300 mm de Ø. Para a afiação das serras circulares para o processo de corte para madeira, alumínio, plástico e metais.

CHX 840

Afiadora versátil para serras circulares até 840 mm de Ø

CHX 1300

Afiadora versátil para serras circulares até 1.300 mm de Ø

CHD 270

Afiadora com 8 eixos controlados por CNC e dispositivo de medição. Para a usinagem automática de serras circulares calçadas com insertos de metal duro, com diferentes diâmetros e geometrias do dente na face e costas. Opção: preparação para conexão a um sistema de robô ND.

CM 200

Afiadora com 8 eixos controlados por CNC e dispositivo de medição. Para a usinagem automática de serras circulares calçadas com insertos de metal duro, com diferentes diâmetros e geometrias do dente na face e costas. Opção: preparação para conexão a um sistema de robô ND.

CM 300

Afiadora para usinagem de superfícies do peito e superfícies do topo de serras circulares calçadas com insertos de metal duro.

QR 270

Máquina de eletroerosão por eletrodo rotativo com 8 eixos controlados por CNC. Para medição automática e erosão de serras circulares de PCD nas costas dos dentes. Possível conexão a um sistema de robô ND.

Know-how da VOLLMER: afiação de superfícies do peito

A afiação das superfícies do peito geralmente é executada de forma reta; porém, às vezes, elas também são afiadas na forma diagonal. A usinagem de superfícies do peito inclui, também, a afiação de dente côncavo. Esta é elaborada por meio de um pino de retificação com alta rotação. Entretanto, este método não pode ser utilizado para cada serra. Deve haver um determinado espaço de corte, a fim de processar a superfície do peito na retificação total. Deve-se, principalmente, prestar atenção ao fato de que o pino de retificação deve ser colocado exatamente centralizado em relação à espessura da lâmina da serra e em relação à largura do corte.

Saiba mais sobre a afiação de superfícies do peito!

O seu contato

Country
VOLLMER IBERICA S.L.U.
outros contatos

C/Miquel Servet, 5
Pol. Ind. Sesrovires
08635 Sant Esteve Sesrovires (Barcelona)
Spain

Telefone: +34 937 714570
Fax: +34937713170
vollmer-iberica@vollmer-group.com